Magias de Babette

Abro este espaço para compartilhar com amigos & afins algumas receitinhas que adoro e outros textos e novas mídias  sobre gastronomia.

O primeiro filme que me despertou esse prazer maravilhoso foi “A festa de Babette” e ninguém mais sagaz do que Rubem Alves para descrever o que Babette “aprontava” ao cozinhar suas maravilhas.

 Segue um trecho de uma crônica de R. Alves sobre a arte de cozinhar.

Espero que aproveitem  bastante  meu blog, Lu

“Quem pensa que a comida só faz matar a fome está redondamente enganado. Comer é muito perigoso. Porque quem cozinha é parente próximo das bruxas e dos magos. Cozinhar é feitiçaria, alquimia. E comer é ser enfeitiçado. Sabia disso Babette, artista que conhecia os segredos de produzir alegria pela comida. Ela sabia que, depois de comer, as pessoas não permanecem as mesmas. Coisas mágicas acontecem.”

O texto acima foi publicado no jornal “Correio Popular”, Campinas(SP), com o qual o educador e escritor colabora.